Quarta, 27 de Maio de 2020 12:43
61 99660-9440
DISTRITO FEDERAL COVID-19

“Não sairemos da crise se não tivermos instituições fortes no país”, diz Ibaneis

“O momento é de muita parceria, como governadores, temos que nos unir. Não adianta Brasília se recuperar e SP continuar da situação que está”, disse Ibaneis

22/04/2020 17h56 Atualizada há 1 mês
29
Por: DILMAN LIMA
“Não sairemos da crise se não tivermos instituições fortes no país”, diz Ibaneis

Em entrevista coletiva do Palácio do Planalto para tratar da Covid-19, coordenada pelo ministro-chefe da Casa Civil da Presidência da República, General Braga Neto, o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, falou sobre a reabertura das escolas no Distrito Federal (DF). 

“Não sairemos da crise se não tivermos instituições fortes no país”, disse Ibaneis

“O momento é de muita parceria, como governadores, temos que nos unir. Não adianta Brasília se recuperar e SP continuar da situação que está, pois é um dos principais vetores para todo o país. Temos que nos unir”, clamou o governador.

Reabertura de escolas no DF

Vale lembrar que Ibaneis, que vem sendo acompanhado de perto por uma equipe médica se viu em uma sinuca de bico provocada pelo presidente Jair Bolsonaro. O governador do Distrito Federal, após uma reunião com o presidente nessa segunda-feira (20), resolveu avaliar a reabertura das escolas cívico-militares. 

 

“O nosso compromisso foi no sentido de fazermos um estudo para reabrirmos as escolas. Reunidos com os técnicos de saúde e educação, vamos estudar a reabertura pelas idades mais avançadas, que tem se mostrado mais efetivos”, explicou o governador.

De acordo com o chefe do Executivo local, a segurança dos alunos e das famílias deve ser o norte no plano a ser elaborado pela pasta da Educação.

“A ideia é começar pelas escolas de ensino médio, a exemplo do que aconteceu na Alemanha. Lá foram reabertas as escolas de ensino médio, houve acompanhamento constante e as coisas deram certo. É um novo momento que nós vamos viver. De forma coordenada, vamos cuidar da reabertura não só do comércio, mas do retorno da vida da sociedade. As escolas fazem parte e as universidades também”, acrescentou o governador.

O chefe da Casa Civil do governo do DF, Valdetário Monteiro, ao participar de reunião da CESC disse que a volta às aulas acontecerá de forma tranquila com base em estudos técnicos.

De acordo com a secretaria de Educação, ontem mesmo já foi realizada reunião com os dirigentes da pasta para planejar a retomada do ano letivo de 2020, suspensas desde o último dia 12 de março por causa da pandemia de covid-19. Depois de elaborado, o plano será apresentado ao governador Ibaneis Rocha, para que este decida sobre a data e os detalhes do reinício das aulas.

A secretaria de Educação informou que o governo local deverá considerar, entre outras coisas, o quadro de evolução da pandemia. “Neste momento, as áreas estão voltadas para fazer uma proposta de retorno que leve em conta as recomendações médicas e que não ofereça risco à saúde”, informou a secretaria.

Os deputados membros CESC solicitaram ao chefe da Casa Civil que inclua no grupo de trabalho criado pela secretaria de Educação um representante do Sindicato dos Professores e um parlamentar membro da comissão de Educação da CLDF.

Lembrando a possibilidade que chegou a ser pensada pelo governador Ibaneis de reabrir escolas militares do DF e cívico militares ainda neste mês, um professor de uma escola militar, que preferiu não se identificar, disse que seria impossível para crianças manterem o distanciamento tanto nas brincadeiras fora das salas de aula, quanto dentro das salas, que têm entre 30 e 40 alunos.

Brasília - DF
Atualizado às 12h43 - Fonte: Climatempo
25°
Alguma nebulosidade

Mín. Máx. 25°

25° Sensação
6 km/h Vento
41% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (28/05)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 11° Máx. 25°

Sol com algumas nuvens
Sexta (29/05)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 13° Máx. 24°

Sol com algumas nuvens