chek
jip
Faça sua parte! Você também pode ajudar a combater o mosquito
Polícia

Moro lava as mãos e diz que morte de miliciano tem que ser explicada pela polícia da Bahia

Ministro da Justiça, Sergio Moro, disse em audiência da Câmara que o ex-capitão da PM Adriano da Nóbrega, "lamentavelmente, nas circunstâncias que vão ser esclarecidas pela polícia daquele estado [Bahia], acabou sendo vitimado"

12/02/2020 18h47
Por: DILMANLS
11

Em audiência pública realizada na Câmara dos Deputados nesta quarta-feira 12, o ministro da Justiça, Sergio Moro, lavou as mãos sobre a morte do miliciano Adriano da Nóbrega, ligado à família de Jair Bolsonaro.

A audiência da qual Moro participou analisa a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 199/2019, que estabelece o trânsito em julgado da ação penal após o julgamento em segunda instância, extinguindo os recursos aos tribunais superiores.

Questionado sobre o fato de Adriano não ter entrado na lista divulgada pelo Ministério da Justiça com os criminosos mais procurados do Brasil, Moro respondeu:

"Essa pessoa específica [Adriano] não entrou e se vê que nem sequer era necessário porque essa pessoa foi encontrada poucos dias depois pela polícia do estado da Bahia. E aí, lamentavelmente, nas circunstâncias que vão ser esclarecidas pela polícia daquele estado, acabou sendo vitimado"

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Brasília - DF
Atualizado às 11h06
28°
Muitas nuvens Máxima: 28° - Mínima: 20°
31°

Sensação

9 km/h

Vento

70%

Umidade

Fonte: Climatempo
jornaldebrasilia
Jornal
Municípios
Jornal
Últimas notícias
jornaldebrasilia
Mais lidas
Jornal