Quinta, 09 de Julho de 2020 09:19
61 99660-9440
Esportes Esporte

Pedro, agora no Flamengo, entra na Justiça contra Fluminense com cobrança de mais de R$ 2 milhões

Atacante formado no Tricolor cobra atrasados, FGTS, multa e indenização por não contratação de seguro durante lesão. Processo pede também exclusão do clube do Ato Trabalhista

13/02/2020 22h36
31
Por: DILMAN LIMA
Pedro, agora no Flamengo, entra na Justiça contra Fluminense com cobrança de mais de R$ 2 milhões

O atacante Pedro, hoje no Flamengo, entrou na Justiça contra o Fluminense, seu ex-clube, com uma cobrança no valor de R$2.240.257,08. O caso foi distribuído nesta quarta-feira, na 14ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro. Uma audiência foi marcada para o dia 24 de março. O "Lancenet" noticiou o fato em primeira mão. O GloboEsporte.com confirmou e teve acesso ao processo.

Dentre as cobranças da ação estão 13º salário proporcional de 2019, férias do período 2018/2019, sete meses de FGTS, bichos, multas, além de honorários advocatícios.

Na petição, o advogado de Pedro cobra também o reconhecimento de um reajuste salarial, que reflete no recálculo de diversas outras cobranças.

Além disso, solicita que a lesão do atacante, sofrida em agosto de 2018, seja reconhecida como acidente de trabalho, pedindo assim indenização pela não contratação de seguro obrigatório em valor superior a R$ 1 milhão.

Em outro ponto, cobra ter direito a um reajuste salarial de 25% nos meses de junho, julho e agosto de 2019 em razão da convocação para a seleção brasileira pré-olímpica.

A petição alega também que o Fluminense não vem cumprindo as determinações do Ato Trabalhista.

 

Confira detalhes do pedido de Pedro:

 

 

  • FGTS depositado, no valor de R$376.903,67
  • 13º salário proporcional de 2019 e férias 2018/2019 : R$ 180.000,00 + 90.000,00
  • FGTS dos meses de Julho/2017, Outubro/2017, Maio/2018, Julho/2018, Junho/2019, Julho/2019 e Agosto/2019: R$ 49.371,53
  • Guias do FGTS ou indenização correspondente em espécie: R$180.011,10
  • Verbas rescisórias: R$ 135.000,00
  • Reconhecimento de luvas pagas em 2019 para integração nas verbas rescisórias e diferença na integração do 13º salário de 2019 e nas férias: R$ 15.000,00
  • Reconhecimento da natureza salarial dos bichos/gratificações pagos ao longo do contrato de trabalho e deferida a integração nas verbas rescisórias; no 13º salário de 2019 (R$4.229,25) e nas férias 2018/2019 (R$8.458,51)
  • Aplicação do reajuste salarial de 25% nos meses de junho, julho e agosto de 2019 e diferenças: R$ 101.250,00; além de reflexo nas férias 2018/2019 (R$11.250,00) e no 13º proporcional de 2019 (R$12.656,25)
  • Reflexo do reajuste salarial de 25% no FGTS: R$8.100,00;
  • Seja reconhecida como acidente de trabalho a contusão sofrida pelo autor nos termos da fundamentação;
  • Indenização pela não contratação do seguro obrigatório correspondente ao valor anual da remuneração: $1.082.766,48 ou condenação na diferença correspondente ao valor de 5 remunerações mensais: R$ 675.000,00.
  • Indenização por danos materiais: R$ 20.000,00
  • Indenização por danos morais no montante de R$ 50.000,00;
  • Juros e correção monetária com base no índice IPCA-E;
  • Honorários de sucumbência no percentual de 15% a favor do patrono do autor: R$292.213,96
Brasília - DF
Atualizado às 09h05 - Fonte: Climatempo
15°
Alguma nebulosidade

Mín. 13° Máx. 27°

15° Sensação
4 km/h Vento
82% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (10/07)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 13° Máx. 28°

Sol com algumas nuvens
Sábado (11/07)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 15° Máx. 28°

Sol com algumas nuvens