Quinta, 16 de Julho de 2020 11:02
61 99660-9440
Saúde COVID-19

Brasil deve produzir vacina de Oxford contra covid-19, afirma Pazuello

“A Casa Civil está analisando essa assinatura nos próximos momentos, de hoje para amanhã, essa semana”, explicou Pazuello.

23/06/2020 17h38
42
Por: DILMAN LIMA
Brasil deve produzir vacina de Oxford contra covid-19, afirma Pazuello

O governo federal tenta 1 acordo para produzir no Brasil a vacina contra covid-19 desenvolvida pela Universidade Oxford, no Reino Unido. Foi o que afirmou o ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello, nesta 3ª feira (23.jun.2020).

Ele participava de sessão em comissão mista (composta por deputados e senadores) destinada a tratar das ações do Ministério da Saúde no combate à pandemia de covid-19.

Assista à íntegra (2horas55m):

 

Reprodutor de vídeo de: YouTube (Política de PrivacidadeTermos)

 

A vacina está em fases de testes. A expectativa é que seja finalizada ainda em 2020.

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) aprovou, no início do mês, a testagem de 2.000 brasileiros. O Brasil é o 1º lugar onde a vacina é testada fora do Reino Unido.

Em sua apresentação (4 MB), Pazuello destacou ainda a liberação de R$ 138,9 bilhões para o combate à covid-19, além dos R$ 39,9 bilhões em créditos extraordinários. Segundo ele, 10.000 leitos foram habilitados em todo o país durante a pandemia. “Esse é 1 processo lento e técnico: não pode apenas pegar ofício, carimbar e mandar. Tem todo 1 trabalho técnico feito pelas secretarias”, afirmou.

Depois de falar dos valores envolvendo as ações da pandemia, Pazuello disse que iria falar da “parte mais humana” e se solidarizou com as famílias que tiveram perdas devido à covid-19, afirmando que a pasta pensa “todo dia em salvar mais vidas”.

Eu gostaria de deixar aqui a minha solidariedade efetiva e o abraço mesmo da nossa equipe a todas as famílias que perderam os entes nesta pandemia. E dizer que cada 1 de vocês, cada uma dessas pessoas não é 1 número, é uma pessoa, 1 pai, uma mãe, 1 filho, 1 neto, 1 avô, e a gente tem essa noção. Nós diariamente falamos isso aqui, com muita emoção e muito carinho. A gente pensa todo dia em salvar mais vidas.”, disse.

O ministro informou que o Ministério da Saúde vai apresentar uma orientação para diagnóstico com critérios para a distribuição de testes, público alvo, melhor tipo de teste e como isso vai ser feito nos Estados e municípios.

Permanência no cargo

Pazuello comentou sobre o tempo de permanência no cargo como ministro interino e disse que cabe a Bolsonaro. “Eu não sei o tempo que o presidente quer que eu fique na missão. Eu estou disponível para ele o tempo que for necessário. Meu compromisso foi vir ajudar a combater a pandemia, ajudar a organizar a estrutura do ministério da melhor forma possível, fazer funcionar, colocar pessoas com os perfis corretos. Fazer funcionar de uma forma ou de outra o SUS”, falou.

O ministro disse que está no governo para cumprir ordens. “Ainda estou na ativa: ordem tem que ser cumprida”, afirmou o militar. Disse ainda que vai continuar “falando pouco e trabalhando muito”.

Isolamento

Sobre as medidas de isolamento social para evitar a transmissão do coronavírus, Pazuello disse que a decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) de passar o poder aos Estados e municípios “é a única possível”.

Realmente eu acredito que a decisão do STF de passar para Estados e municípios o poder de decidir, como se posicionar, como fazer o isolamento, eu acho que é a única possível. Cabe ao governo federal a observação macro e as ações específicas de estruturas federais”, disse.

Brasília - DF
Atualizado às 10h52 - Fonte: Climatempo
21°
Alguma nebulosidade

Mín. 10° Máx. 28°

21° Sensação
20 km/h Vento
49% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (17/07)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 14° Máx. 28°

Sol com algumas nuvens
Sábado (18/07)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 14° Máx. 28°

Sol com algumas nuvens