"
Faça sua parte! Você também pode ajudar a combater o mosquito
chek
jip
COVID-19

Maia faz crítica contida a pronunciamento de Bolsonaro

Presidente da Câmara chamou fala de "equivocada" e pediu "medidas objetivas", mas foi bem menos incisivo do que o presidente do Senado

24/03/2020 22h54
Por: DILMANLS
101

presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), demorou duas horas para se posicionar sobre o pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em cadeia nacional de rádio e TV na noite desta terça-feira (24/03) – e, embora o tenha classificado como “equivocado” quando enfim se posicionou, adotou tom bem menos incisivo do que o do colega do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP). Em nota, o senador afirmou que o “país precisa de uma liderança séria, responsável e comprometida com a vida e a saúde da população”.

 

Rodrigo Maia ✔@RodrigoMaia
 

Desde o início desta crise venho pedindo sensatez, equilíbrio e união. O pronunciamento do presidente foi equivocado ao atacar a imprensa, os governadores e especialistas em saúde pública.

4.677 pessoas estão falando sobre isso

 

 

Maia prosseguiu, com frases moderadas: “O momento exige que o governo federal reconheça o esforço de todos – governadores, prefeitos e profissionais de saúde – e adote medidas objetivas de apoio emergencial para conter o vírus e aos empresários e empregados prejudicados pelo isolamento social”.

Ao contrário da contenção de Maia, os senadores deram a entender que Bolsonaro não correspondeu às expectativas da população sobre o papel de liderança do chefe do Executivo em uma situação como essa. “A Nação espera do líder do Executivo, mais do que nunca, transparência, seriedade e responsabilidade. O Congresso continuará atuante e atento para colaborar no que for necessário para a superação desta crise.”

 

No pronunciamento, em rede nacional, Bolsonaro pediu o fim do “confinamento em massa” e disse que a crise “logo passará”. Ele criticou o fechamento de escolas — para ele, fato de a maioria das mortes serem de idosos justificaria o fim da medida de isolamento –, voltou a chamar a doença de “gripezinha” e atacou imprensa, governadores, a rede Globo e até o médico Drauzio Varella, por causa de um vídeo de janeiro deste ano, com informações desatualizadas sobre o coronavírus.

Brasília - DF
Atualizado às 05h09
20°
Poucas nuvens Máxima: 27° - Mínima: 18°
20°

Sensação

4 km/h

Vento

100%

Umidade

Fonte: Climatempo
jornaldebrasilia
Jornal
Municípios
Jornal
Últimas notícias
jornaldebrasilia
Mais lidas
Jornal