Sexta, 23 de Outubro de 2020 18:02
61 99660-9440
Cultura Geral

Cachoeiras são uma boa opção para enfrentar as altas temperaturas

Com o período de seca castigando os brasilienses, as quedas d’água próximas ao DF são alternativas para aliviar as altas temperaturas. Como medidas contra a covid-19, alguns parques e propriedades com cachoeiras adotaram protocolos e controle de visitantes

03/10/2020 12h16
51
Por: DILMAN LIMA Fonte: Correio Brasiliense
Cachoeiras são uma boa opção para enfrentar as altas temperaturas

Com temperatura beirando os 35°C e umidade do ar abaixo de 20%, refrescar-se é a meta do brasiliense. Além do Lago Paranoá, as cachoeiras próximas ao Distrito Federal são destino certo para um fim de semana agradável. São várias as opções de quedas d’água abertas para visitação no DF e Entorno. Nesses espaços, foram adotados protocolos sanitários de prevenção à covid-19, como a redução da capacidade de visitantes, aferição de temperatura, uso de máscaras e álcool em gel.

 

O Parque Municipal do Itiquira, a 115km da Rodoviária de Brasília, no município de Formosa (GO), ficou fechado durante quatro meses, devido à pandemia. Reaberto no aniversário da cidade, em 1º de agosto, o espaço adaptou-se às normas de segurança sanitária. Das 120 vagas disponíveis no estacionamento, apenas 60 podem ser ocupadas. A restrição em 50% foi necessária para evitar aglomeração, principalmente aos finais de semana e feriados.

A superintendente de Turismo da Prefeitura de Formosa, Pamella Miranda, conta que o apoio da Guarda Municipal e da Polícia Militar precisou ser acionado. “No final de semana do feriado de 7 de Setembro, a quantidade de visitantes foi muito alta. Não estávamos esperando por isso. Em um dia, tivemos 1.400 pessoas, e muitos estavam desrespeitando o limite da capacidade do parque”, explica Pamella.

Quem quiser uma cachoeira mais perto, a opção é a Chapada Imperial, em Brazlândia. O local conta com uma equipe da área da saúde e um protocolo rigoroso devido ao novo coronavírus. Além da redução de 50% dos visitantes, o espaço aumentou a higienização das áreas comuns e instalou álcool em gel em pontos estratégicos. A trilha média foi desativada e outros acessos a piscinas naturais foram liberados para evitar a aglomeração nas cachoeiras. A parte do redário, arvorismo e escalada foi suspensa temporariamente.

Enquanto alguns parques se preocupam com a segurança sanitária de todos, outras cachoeiras não têm nenhum tipo de protocolo. É o caso da queda d’água do Poço Azul, também em Brazlândia. Com a cobrança na entrada de R$ 10, não há limite de capacidade dos visitantes. O mesmo ocorre com o Salto do Tororó, em Santa Maria, onde é cobrado o valor do estacionamento, também de R$ 10.

 

O vigilante Jefferson Barbosa, 28 anos, conta que em 7 de Setembro a cachoeira do Poço Azul estava lotada. “Estava bastante cheia, quase não deu para ter distanciamento, mas conseguimos aproveitar a saída”, relata Jefferson.

Cuidados

Além da atenção para as normas de prevenção ao novo coronavírus, o Corpo de Bombeiros alerta para alguns cuidados durante a ida a uma cachoeira. A corporação tem atendido muitas ocorrências de pessoas que se perdem em trilhas ou se envolvem em acidentes por distração.

Para evitar esses riscos, o recomendável é ir sempre com algum guia que conheça as trilhas e a geografia da região onde há a queda d’água. Deve-se ficar atento na hora de tirar uma selfie, para não ficar em locais perigosos, onde possa ocasionar queda. Ao fazer algum tipo de esporte radical, como rapel, utilizar sempre equipamento de segurança e ter por perto instrutores. Outras orientações são beber bastante água durante as trilhas, não jogar bituca de cigarro acesso na mata. Em caso de emergência, ligar no 193.

Perto de Brasília

Cachoeira Indaiá
• A 77,6km da Rodoviária de Brasília, no município de Formosa (GO), o acesso para a cachoeira do Indaiá é pela BR-020, passando por Planaltina, seguindo pela BR-010/GO-118, até a estrada de chão. Por fim, são mais 8km em estrada de terra até a fazenda Citates. Aberta todos os dias, das 8h às 16h. O valor da entrada é R$ 20, em dinheiro. Criança até 10 anos não paga.

 


Chapada Imperial
• Em Brazlândia. O acesso é pela BR-251 até a DF-220. Aberto aos finais de semana, das 9h às 17h. Valores variam de R$ 70 a R$ 140. Mais informações no site http://chapadaimperial.com.br.

Salto do Itiquira
• Localizado a 115km da Rodoviária de Brasília, no Parque Municipal do Itiquira, no município de Formosa (GO), o acesso é pela BR-020, depois segue pela GO-116 até GO-524. Há placas de sinalização indicando o caminho. O horário de funcionamento é de segunda a domingo, das 9h às 17h, sendo que a entrada encerra às 16h. O ingresso custa R$ 20 (inteira), R$ 10 (meia) e R$ 5 (moradores de Formosa).

Cachoeira do Tororó
• Localizada em Santa Maria, acesso pela DF-140, próximo ao km-6. Aberto todos os dias, horário livre. A entrada é franca, no entanto, há uma cobrança de R$ 10 pelo estacionamento.

Complexo Poço Azul
• Localizado em Brazlândia, o acesso é pela DF-001. Aberto todos os dias, das 7h às 18h. Entrada a R$ 10 por pessoa. Mais informações pelo telefone 9 9902-9928.

Brasília - DF
Atualizado às 17h46 - Fonte: Climatempo
25°
Muitas nuvens

Mín. 18° Máx. 24°

25° Sensação
6 km/h Vento
69% Umidade do ar
90% (25mm) Chance de chuva
Amanhã (24/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 17° Máx. 24°

Sol com muitas nuvens e chuva
Domingo (25/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 17° Máx. 25°

Sol com muitas nuvens e chuva