Quarta, 08 de Julho de 2020 05:34
61 99660-9440
Dólar comercial R$ 5,39 0.626%
Euro R$ 6,08 +0.386%
Peso Argentino R$ 0,08 +0.132%
Bitcoin R$ 53.096,9 +0.712%
Bovespa 97.761,04 pontos -1.19%
Economia Geral

Ibovespa sobe 2,9% e retoma os 87 mil pontos, melhor patamar desde março

.

27/05/2020 21h21
39
Por: DILMAN LIMA
Ibovespa sobe 2,9% e retoma os 87 mil pontos, melhor patamar desde março

O Ibovespa, principal índice da bolsa brasileira, encerrou esta quarta-feira (27) em forte alta forte e retomando o patamar dos 87 mil pontos, perdido em 12 de março e desde então não recuperado. O Ibovespa subiu 2,9% e fechou em 87.946,25 pontos.

O bom desempenho seguiu o otimismo dos mercados internacionais, que estão retomando a apetite por risco conforme os números de infecções pela Covid-19 arrefecem e as principais economias começam uma reabertura. 

De acordo com análise da equipe do BTG Pactual, as bolsas globais dão sequência ao rali observado nos últimos pregões, sustentadas pelo otimismo em torno das medidas de relaxamento do isolamento social nas principais economias ao redor do mundo. Ainda assim, ameaças de uma nova guerra comercial entre as duas maiores potências mundiais, China e Estados Unidos (EUA), acendiam um alerta. 

Também no radar está o plano apresentado pela Comissão Europeia para tomar emprestado no mercado e então disponibilizar a países do bloco 750 bilhões de euros em subsídios e financiamentos para recuperação após o coronavírus.

No Brasil, ações de setores ligados ao consumo interno dispararam após a notícia do plano de reabertura gradual de atividades no estado de São Paulo. O governador de São Paulo, João Doria, anunciou nesta quarta-feira plano de afrouxamento de regras para frear a disseminação do coronavírus, que prevê que a cidade de São Paulo permita o funcionamento com restrições de comércio, shopping centers, concessionárias de veículos, entre outros.

Entre as maiores altas, o grupo de turismo CVC viu seus papéis se valorizarem em 13%, e, entre as mais negociadas do dia, o Magazine Luiza ganhou 4,5%. 

No cenário doméstico, dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados pela manhã mostraram que o Brasil fechou 763.232 vagas formais de trabalho de janeiro a abril, no pior desempenho para o período na série disponibilizada pelo Ministério da Economia, com início em 2010. As divuglações estavam suspensas desde fevereiro e estes foram os primeiros dados oficiais do emprego formal em 2020.

Os investidores ainda mantêm no radar o cenário jurídico e político nacional. Nesta manhã, a Polícia Federal (PF) cumpre 29 mandados de busca e apreensão, referentes à investigação sobre notícias falsas conduzida pelo Supremo Tribunal Federal (STF), que apura ameaças a ministros.

O inquérito, que corre em sigilo, foi aberto no dia 14 de março de 2019 pelo presidente do STF, Dias Toffoli, com a intenção de investigar a existência de uma rede de produção e propagação de fake news. Alguns dos alvos são o ex-deputado federal Roberto Jefferson, a deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP) e o empresário Luciano Hang, dono da rede de lojas Havan.

Na véspera, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), fez um pronunciamento em que convida a uma "pacificação dos espíritos", defende a harmonia entre os Poderes e a preservação da democracia. 

Lá fora

Nesta quarta-feira (27), a aversão ao risco voltou a dominar os mercados asiáticos devido à agitação social em Hong Kong. Os índices acionários recuaram na China e fecharam o dia em baixa, mas as perdas foram contidas.

Depois que o presidente americano Donald Trump disse que está preparando uma “forte resposta” às leis de segurança nacional planejadas pelo rival asiático, o índice que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen caiu 0,7%, enquanto o índice de Xangai teve queda de 0,34%.

Já em Wall Street, o índice Dow Jones subiu 2,21%, o S&P 500 valorizou 1,48%, para e o Nasdaq Composite ganhou 0,77%.

Na zona do euro, o índice FTSEurofirst 300 subiu 0,3%, enquanto o pan-europeu STOXX 600 ganhou 0,24%.

*Com Reuters

Brasília - DF
Atualizado às 05h21 - Fonte: Climatempo
14°
Alguma nebulosidade

Mín. 14° Máx. 27°

14° Sensação
4 km/h Vento
88% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (09/07)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 13° Máx. 27°

Sol com algumas nuvens
Sexta (10/07)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 13° Máx. 28°

Sol com algumas nuvens